Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

08
Mar18

As mulheres da minha vida!

Carolina

A7DFFAF9-6A6E-46EA-BD6D-41D67FA3BB34.jpeg

 

Estava a acabar um post sobre os 8 meses do Xavier que comecei a escrever à uma montanha de tempo, quando me lembrei que hoje é o dia da mulher!

Não sou fã do dia,(nada mesmo) mas percebo o seu significado num mundo onde tantas vezes as mulheres são penalizadas, mal tratadas, discriminadas e por aí fora, por outras pessoas, pessoas como elas. 

Depois, apeteceu-me escrever sobre as mulheres da minha vida. 

As que tenho no pensamento, as que às vezes me preocupam, as que tenho saudades, as que tenho por perto, admiro e caminham de algum modo comigo. 

A minha avó Carolina foi sempre mais que a minha única cliente no meu cabeleireiro improvisado na sua sala aos meus 4 anos. Criou os filhos sozinha, depois da sua melhor amiga lhe ficar com o marido. Homem do qual nunca a ouvi dizer mal. O meu pai é fruto duma educação com muito amor mas também responsabilidade. A minha avó é um exemplo, é ainda hoje uma amiga que trato por tu. Ouço as suas dicas e conselhos e sou muito feliz por a ter, mesmo quando me faz repetir a mesma coisa vezes sem conta, porque a sua cabeça já não é o que era. 

Quando penso que um dia destes a vou perder, mesmo estando longe dela, os meus olhos brilham com lágrimas, conforta-me saber que fomos felizes juntas, em muitas fases da minha vida. 

Da minha avó materna, mãe de 8 filhos, num tempo em que pouco havia para comer e as mulheres casavam aos 16 anos, para sairem de casa, guardo a independência, a teimosia e a coragem de viver à sua maneira até aos 90. Mostrou-me que podemos sempre fazer alguns coisas como queremos e ter sucesso.

A minha mãe, entre uma infinidade de coisas que podia dizer, é a minha mãe. Está por aqui no bom e no mau, sempre. Dizem que lhe herdei o mau feitio, talvez seja verdade. Acho que lhe herdei a exigência que ponho nas coisas e muitas vezes o excesso de compromisso e expectativas. Espero ter herdado a sua força para o resto da vida. Espero que ela possa ver-me forte por muito tempo. 

Mulheres de família, não as escolhemos para o nosso caminho, mas fica mais fácil caminhar quando elas escolhem ajudar-nos sempre.

Perto do coração por opção e admiração tenho o que Coimbra me deixou, uma amiga do Norte e a maior do meu coração que sonho sempre ter mais perto, que mesmo entre tantas distâncias sabe de mim, das minhas coisas, do meu coração. Queria estar com ela mais vezes.Um exemplo de superação, reinvenção, de personalidade forte vai dando cartas à vida e ao que a vida lhe pões pela frente.  Uma Carolina como eu, companheira tantas vezes e tantos momentos que ainda hoje está sempre por aqui, mesmo quando não nos vemos. Uma super mãe, uma super profissional, uma corredora de dias com muitas horas, um exemplo de coragem. Mulheres que entraram na minha vida e ficaram. 

Mulheres que escolhi ter comigo, portos de abrigo, pedaços na minha alma, palmas das minhas mãos. Amigas de há anos que parecem que me acompanham desde infância, são as que tenho a sorte de ter por perto. 

Uma Sónia que é a Santa Casa da Misericórdia de quem tem por perto, o melhor dos corações, a pessoa que nunca diz não, que se parte em mil para chegar e agradar a todos, a pessoa que conheço que merece o melhor de todas as vidas, a quem digo para não se esquecer tanto dela. Um exemplo de passar por muito e continuar de pé. É um dos meus amores, não a largo, não a dou, não a quero longe nunca mais. Um Tatiana que me leva pelo mundo com ela, nas conversas, nas ideias nos desabafos e nas saudades. Veio com a Sónia e ficou pela minha mão. A falta que me faz a sua companhia, a sua presença por aqui, saudades que vamos matando nas conversas, nas fotos partilhadas, no contar dos dias para nos vermos. 

Do trabalho para a Vida ficou a Sara, a menina mais bem formada que conheço. De valores fortes, de atitude irrepreensível de coração gigante. Louca como eu de sorriso fácil, entrou e ficou, sabe sempre de mim, quer sempre saber de mim e dos meus, faz parte de mim e dos meus.

Das pessoas que já não estão, fiquei com a Marta, uma mãe que é um exemplo, uma prova que devemos seguir os nossos sonhos, uma empreendedora e trabalhadora inteligente que admiro mesmo muito. Sabe tanto de tantas coisas. Inspira-me a seguir os meus sonhos e a não desistir nas primeiras adversidades. Faz-me acreditar que mesmo quando não achamos que não temos mais forças as vamos encontrar e somos sempre capazes de aguentar ,sobreviver e esperar o melhor. Sabe como estou sem falar comigo, ou mesmo quando não falamos muito, sabe que sou tonta e sentimental demais. Foi a primeira a saber que ia ser mãe, a ver o meu pânico, segurou a minha mão enquanto o fanico do Xavier quase se perdia. Segue no meu coração, na minha vida e na vida do meu filho. 

Estas são mulheres que tenho, que escolho ter, que admiro, por quem rezo todas as noites quando incluo os meus nas minhas orações. São exemplos diferentes, pessoas diferentes e mulheres que se construiram, que singraram na vida, cheias de projetos, cheias de outras pessoas, de sorrisos de famílias maravilhosas, de viagens de histórias para contar. 

São as mulheres estão na minha vida. Outras ouve que entraram e se perderam, partiram, ou as deixei partir, muitas vezes tão ou mais importantes que estas. Mulheres que e ajudaram a ser mais calma, menos nervosa, a controlar os palavrões, a agradecer mais, a ver o lado mais positivo das coisas e a aprender que muitas vezes não faz sentido continuar os mesmos caminhos. Mulheres que admirei e recordo como pessoas que me ajudaram também a ser a mulher que sou hoje. 

Há ainda muitas outras, amigas, colegas, conhecidas e familiares, profissionais, com quem nos cruzamos, com quem vamos ficando, muitas que admiro, pela carreira que construiram a pulso, por serem mães de muitos filhos, por terem 2 empregos, por serem jovens promissoras, pessoas felizes e boas que partilham e nos mostram o bem. Perdoem-me essas pelo destaque a algumas especiais, que mais vezes me ocupam o pensamento, me afagam as dores, me dão colo. 

Num mundo onde pouco elogiamos, onde cobiçamos mais do que partilhamos, onde o sucesso é tão criticado, eu admiro e gosto destas mulheres com quem me cruzei e que por aqui ficaram. 

Num mundo onde é tão difícil conseguir encontrar a felicidade, eu sou feliz quando estas mulheres são felizes, com elas partilho sem medos o pior e o mais feliz que tenho, sem acreditar que ser feliz traz mau olhado, invejas ou azares. 

Estas mulheres da minha vida, estas minhas mulheres que tanto estimo são especiais de corrida, são as melhores e por tudo o que são para mim, nunca poderiam ser homens. homem nenhum, por mais especial que  me seja me daria o que cada uma já me deu! 

Há coisas que só as mulheres são, que só elas fazem, que só elas sabem. 

sorte em ter mulheres assim neste caminho. sou-vos grata!

 

 

 

 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D