Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

28
Abr16

Sampa, música para os meus ouvidos #3

Carolina

o corpo estremece e respira ao ritmo que damos aos nossos ouvidos.

há desejos que passam, como alguns dos meus, por assistir a um concerto, ouvir  um artista de olhos abertos ou fechados e sentir toda a pele num arrepi, e uma felicidade de criança a receber um brinquedo novo. 
ontem a felicidade habitou a minha realidade e deitou-se comigo, embalada pelo ritmo de um concerto desejado e perfeito. 

a vida é feita de pessoas e coisas simples e muito especiais. momentos pequenos que são desejos realizados de forma tão simples, sem pretensões ou demasiadas complicações. 
há 15 anos, uma pessoa especial que ainda hoje tenho por perto, trazia a mim um gosto novo, e o meu ouvido dava ao meu corpo vícios bons, sensações novas, uma balanço perfeito ao ritmo de violão e vozes melódicas. 
descobria o samba, a bossa-nova e um serie de músicos brasileiros que a maior parte dos brasileiros não ouve. 

hoje,  alguns minutos depois do inicio do concerto do Caetano e Gil em Lisboa, Caetano soltou a sua voz que parece toda ela um instrumento, e assim que cantou - alguma coisa acontece... o meu corpo contraiu-se num arrepio, o meu estômago ficou embrulhava enquanto eu cantando acompanhava todo a Sampa, e dei por mim chegada ao verso dos mutantes, lavada em lágrimas. 

diz que a estupidez da felicidade, pode estar na música que dou ao meus ouvidos, no momento em que como se de mindfulness se tratasse nos invade a energia das letras, os compassos do sons e ficamos como que suspensos num tempo tão bom...

ontem risquei uma linha da minha bucklist, 
ao lado de desejos maiores talvez fosse uma linha pequena, mas era uma das coisas que queria fazer e fiz. uma das coisas boas que me invadiu daquele sorriso parvinho, me encheu o corpo de vida, me faez dançar, cantar, rir e me deixou ir dormir com a certeza que os sonhos podem muito bem acontecer. 






Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D