Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

07
Out14

há .... que saberá sempre o que quero dizer....

Carolina
neste tempo em que somos, há uma imensidão que nos pode rodear e toda uma outra que nunca nos chegará... 
conjuntos de coisas e pessoas, que podem ou não ser, perto de nós. 
há o tempo, que corre como uma linha guia de todos, no tic-tac comum, e depois há o todos, o nós, o vazio onde estamos com ele, e o cheio em que muitas  vezes não nos encontramos. 
neste tempo onde somos, há muitas pessoas, as que escolhemos, as que nos escolhem, as que acabaram de chegar, as que partiram sem avisar, as que já foram e nós não percebemos, as que gostamos, e tantas outras... 
podemos escolher as pessoas que queremos, mas elas são livres de ir, há a escolha de partirem, de não nos quererem mais, há as escolhas de ir e deixarem para sempre um bocadinho, porque não partiram de nós mas só do espaço que estava perto... e depois há outras que se esfumam, e nos abandonam sem percebermos porque, sem chegarmos a entender o seu destino ou o tempo certo da sua partida. 
neste tempo onde somos há uma caminho em que aprendemos, sentimos e nos ajustamos em que aprendemos a aceitar os destinos dos outros, aqueles onde não fazemos parte, onde não vamos estar, as escolhas...aceitamos para eles e para nós, sem culpas ou preconceitos e continuamos caminho a fora, com aqueles que vão continuar ou que vão chegar a passar por lá... 
há neste tempo em que existimos, tanto e tantas pessoas, passadas e presentes, a quem só temos de agradecer, seja boa ou má a sua passagem, cumpriu a sua missão, com ou sem distinção, mas cumpriu, mesmo que tenha sido só a missão de passar... há as pessoas com as quais escolhemos ficar que estão a ficar connosco e a que escolhemos para ficarem sempre mesmo depois de irem embora... 
...há depois aquelas pessoas que na distância, no terem ido uma e outra vez,  estejam onde estiverem, estão sempre para nós e nós para elas,  essas são aquelas que olham o perto e o distante de uma forma só, e que passado o tempo que há e o que virá, saberão sempre o que quero dizer... é por essas que este tempo que há, vale sempre a pena, (como valem as) saudades de algumas!




Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D