Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

17
Nov13

dia #2 loucos sem o livro

Carolina
ouvir ou melhor ler nos blogues que viajar sem informações escritas ou seja guias, é para parvos, é uma coisa normal, mas ouvir locais, motoristas de tuc-tuc, dizer a mesma coisa e verbalizar que somos loucos com um sorriso de troça, só porque andamos sem o livro, é de facto uma novidade.
o livro azul que falam é como esperado, nada mais nada menos, que o lonely planet, e nós viemos sem ele.. normalmente nunca o temos, mas neste caso não temos notas, guias, e nem sequer conseguimos um mapa do país, em Colombo conseguimos umas brochuras com algumas informações da cidade e pouco mais. 
estamos então neste pequeno país, sem o livro mas temos internet, melhor dizendo wifi, praticamente em todo o lado, e este serviço é de grande simpatia, visto que estávamos apenas há umas horas no país quando recebi uma mensagem com o meu user e pass caso quisesse aceder aos pontos de wifi espalhados por todo, mas mesmo todo o lado.(pena que o meu telemóvel seja demasiado bom para se conseguir ligar sempre).
supostamente perdido sem o guia, temos feito o nosso percurso sendo guias dele mesmo, e com a ajuda da internet, usamos as noites para estudar as nossas vontades , depois de um banho e com o estômago forrado. 
com 5horas e meia de diferença face a Lisboa, estranhamos a meia hora, que ainda não percebi de onde vem, não tivemos dificuldades em adaptar o corpo ao horário, talvez pelo cansaço com que chegámos, talvez porque todos os dias as 17.30 anoitece, talvez porque alguma vez tinha de ser fácil.
viemos para o srilanka sem expectativas muito grandes, e completamente à ultima da hora, leia-se mais à ultima da hora do que é normal, assim sendo eu tenho descoberto coisas sobre este país que ainda não conhecia, o André tem aprofundado o que já sabia e descoberto que há mais para visitar do que esperávamos. 
Marco Pollo diz que esta ilha é o paraíso na terra, eu diria que é um lugar desafiante, quando olho ao redor sinto um pouco de muitos lugares onde já estive, que todos juntos dão lugar nenhum, ou seja este, completamente novo. recorda-me as pirâmides do México, pela imponência das construções, os templos de Ancor pelo detalhe, pela lógica e desenvolvimento de ibnra-estruturas em cidades tão remotas, e ainda pela selva densa que circunda tudo; cheira-me a Malásia e as ruas têm um toque de indonésia, no final resta dizer sem dúvida estamos no oriente. 
as pessoas são simpáticas, olham-nos com alguma curiosidade, observam as nossas roupas, param para nos ouvir falar. 
andar de autocarro com elas é a verdadeira loucura, o transito é caótico, os autocarros parecem caravanas de circo com luzes e musicam e muita muita gente a entrar e a sair, se a minha mãe imaginasse que escolhemos esta forma p nos deslocar durante as ferias talvez me proibisse. 
tudo é diferente, para lá do cheiro e da visão o paladar acusa coisas boas e más; as maças são odiosas, as bananas e o ananás divinas. jantamos hoje o nosso primeiro caril,espero que amanhã não me doa a barriga, jantamos na guest house onde estamos hospedados, local despretensioso, mas limpo, apesar de simples, conseguimos dormir com qualidade, comer e pensar as próximas passagens.
são 9 da noite deste segundo dia, 3 horas de escuridão cerrada, ligações para portugal feitas, para dizermos que estamos bem, o nosso corpo queixa-se me demasia da caminhada extensa de hoje, subidas e descidas em degraus, que estão a por os meus pés mal recuperados do inchaço do avião num oito... mas será assim, descansaremos merecidamente daqui a uns dias...
diz que por agora o srilanka está de bom gosto e recomenda-se, e seguimos sem livro, para a parte que falta do triângulo dourado....

rota do dia: 
danbulla- sigiriya rock- danbulla cave temple and golden temple- hotel 

o melhor: a cidade de sigiriya e o caril 
o pior:  golden temple e a viagem de autocarro até sigiriya

até amanhã

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D