Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

17
Jul13

biroska do peixe

Carolina
O paraíso nem sempre é aquele que figura em photos cliché ou em escaparates de agências de viagem, muito menos em sites de destinos fantásticos onde as photos são mais brilhantes que eles próprios. O paraíso está longe do tudo incluído e mar caribe, do álcool frutrado pele manhã e do escaldão de um bronze que corre contra os poucos dias de férias.
Podendo ser igual a tantos, o paraíso resume-se ao lugar onde realmente por diferentes motivos queremos estar, ou então é aquele lugar onde estamos e deixamos de querer estar noutro qualquer.
Búzios nasce de um vicio recente chamado Rio de Janeiro, e da vontade de descobrir um pouco mais que a nuvem de felicidade e leveza que se encontra entre ipanema e copacabana. Nestas férias entre outros destinos estudados aparece ajustado aos nossos objectivos e posses, e apresentou-se, como se sempre ali estivesse aguardando por nós!
Num piscar de olhos, assim como nos filmes lá estávamos nós no meio de argentinos em maioria, que nos baralhavam na língua e nos faziam muitas vezes esquecer que estávamos no Brasil de brasileiros. Lá estávamos nós subindo e descendo com eles, vezes sem conta a Rua das Pedras, sendo que subir pode ser também descer, caminhar, passear ou outro verbo atribuído ao vaguear a passeio, para fotografar, sentir ou observar.
Podia contar uma serie de diferentes coisas, mas basta-me resumir:
Mais uma vez escolhemos para dormir uma pousada de baixa categoria, bastante enquadrada na nossa perspectiva orçamental de 7 dias de ocio, mas rapidamente demos por nós no meio de um lugar turístico bem acima do esperado, e acima da nossa carteira, damos conta que estávamos seguindo com facilidade e quase levados pelo próprio espaço, um roteiro onde figuram os melhores sítios para comer, para frequentar, para fazer praia e ainda associámos aos nossos passos o que eles próprios custam , pois sem gastar em búzios, só há um coisa que é totalmente gratuita.... o horizonte... a qualquer hora do dia!
Falar de Búzios é ainda falar da sua orla barbot e das caminhadas para lá e para cá, do descanso com a geleira cheia com cerveja a matar o tempo depois da praia, do bar do zé onde o rizotto ñ estava no ponto, e o café estava longe de ser um expresso, do Havana com musica ao vivo, um serviço de qualidade numa sala demasiado grande para ser totalmente acolhedora,  mas justificada pelo preço mais apetecível do risotto de lima, do novo centro gastronómico ainda em construção que pretende levar elites para longe da confusão central, ou ainda do Roca um lounge em plena praia com um serviço gourmet em pleno ambiente descontraído destinado aos amantes de surf e champanhe, onde comi um bolinho de requeijão parecido com o da minha mãe em sabor, sendo que de tamanho era minúsculo o bastante para acompanhar um verdadeiro expresso (sim em pleno Brasil).
Podia falar do ar piscatório e agradável do centro,o verde da água das praias e das caminhadas sem fim para se chegar a qualquer lado. Sem dúvida que Buzios é um lugar de paisagens encantadas, praias que cheiram a betadine pelas suas fogosas areias,e aguas transparentes na sua cor diferente, podia ainda falar de uma pedra Barbot sempre acompanhada por flashes em plena Orla, rodeada de esplanadas e lojas de griff onde pessoas bonitas e selectas se misturam com o turista e a sua erva matte...e podia continuar ainda a falar do comercio, dos agentes de turismo ou da magia de um ou outro detalhe, mas tenho de vos contar: Buzios é tão mais que isto...
Há em búzios um lugar onde se traça uma linha directa para o por do sol, podia este ser mais um entre tantos outros  de tantos lugares do mundo, mas este deixa em silêncio durante 20 minutos qualquer falador nato.
É encantadora a luz daquele despretensioso lugar junto a uma parte já final orla, onde muitos ousam passar sem tempo para contemplar devidamente a natureza a anoitecer.
Sentámos-nos, bebemos uma cerveja, comemos um pastel, repetimos a 1º parte, damos musica a este momento com o  nosso telemóvel, as nossas crianças estão connosco sentadas a registar o momento. Ali nos sentamos pela terceira vez em 4 dias, ali descobrimos por diferentes razoes o melhor spot deste lugar... Ali descobrimos que para nós Búzios não é capa de revista de viagens, bares e restaurantes recomendados, postais de praias comerciais... Para nós Búzios foi, é sem duvida... O passar repetido pelo
Pôr do Sol, no melhor sitio da cidade ....Búzios é por do sol na Biroska do Peixe!




Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D