Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

30
Abr16

à volta do mundo !

Carolina




a estúpida felicidade... 
o mundo é perfeito demais para acharmos que a felicidade têm de ser perfeitamente bela, arranjada, vestida e maquilhada... 
a estúpida felicidade de estar feliz  fica em pedacinhos em photos assim,  e em pedaços gigantes na memória...

patagónia chilena, Torres del Pain , Janeiro 2016 
Photo:  AD, #nofilter 
28
Abr16

Sampa, música para os meus ouvidos #3

Carolina

o corpo estremece e respira ao ritmo que damos aos nossos ouvidos.

há desejos que passam, como alguns dos meus, por assistir a um concerto, ouvir  um artista de olhos abertos ou fechados e sentir toda a pele num arrepi, e uma felicidade de criança a receber um brinquedo novo. 
ontem a felicidade habitou a minha realidade e deitou-se comigo, embalada pelo ritmo de um concerto desejado e perfeito. 

a vida é feita de pessoas e coisas simples e muito especiais. momentos pequenos que são desejos realizados de forma tão simples, sem pretensões ou demasiadas complicações. 
há 15 anos, uma pessoa especial que ainda hoje tenho por perto, trazia a mim um gosto novo, e o meu ouvido dava ao meu corpo vícios bons, sensações novas, uma balanço perfeito ao ritmo de violão e vozes melódicas. 
descobria o samba, a bossa-nova e um serie de músicos brasileiros que a maior parte dos brasileiros não ouve. 

hoje,  alguns minutos depois do inicio do concerto do Caetano e Gil em Lisboa, Caetano soltou a sua voz que parece toda ela um instrumento, e assim que cantou - alguma coisa acontece... o meu corpo contraiu-se num arrepio, o meu estômago ficou embrulhava enquanto eu cantando acompanhava todo a Sampa, e dei por mim chegada ao verso dos mutantes, lavada em lágrimas. 

diz que a estupidez da felicidade, pode estar na música que dou ao meus ouvidos, no momento em que como se de mindfulness se tratasse nos invade a energia das letras, os compassos do sons e ficamos como que suspensos num tempo tão bom...

ontem risquei uma linha da minha bucklist, 
ao lado de desejos maiores talvez fosse uma linha pequena, mas era uma das coisas que queria fazer e fiz. uma das coisas boas que me invadiu daquele sorriso parvinho, me encheu o corpo de vida, me faez dançar, cantar, rir e me deixou ir dormir com a certeza que os sonhos podem muito bem acontecer. 






26
Abr16

à segunda, para guardar a semana toda #4

Carolina


- não deixes que os dias maus do teu trabalho, consumam todas as tuas outras emoções.

- viver o trabalho intensamente é uma virtude, deixá-lo às vezes no lugar no trabalho também.

- nunca deixes de dizer amo-te, gosto de ti, tenho saudades tuas, preciso de ti, por vergonha ou medo do ridículo.

- ridículo é  ruminar sozinho na imensidão de coisas que se precisam de dizer, partilhar ou nas ajudas que há para pedir.

- para, pensa, e respira durante 20 segundos, e podes chegar a 20 minutos.

- não vivas a ansiedade dos problemas que achas que podem vir a acontecer. guarda a energia para os vencer quando eles acontecem.

- sonha e pede a ti mesmo que te deixes ir onde os teus sonhos te levem.

-  realizar todos os sonhos é uma impossibilidade provável, tentar realizar todos uma possibilidade legitima.

- quando não souberes o que fazer "ora", em qualquer língua, em qualquer religião, a qualquer Deus, a ti mesmo, ao universo, com palavras, sons, com nexo ou sem nexo.

- saber o que fazer pode estar nas entrelinhas de uns minutos de cabeça livre e nas orações enviadas para o universo.

para, pensa, respira, sonha e ora... que a semana melhora!

#PassaPorLá
Photo:  CA atYangon, Miamar 2016


26
Abr16

Contemplar

Carolina
Há dias que não sei para onde vou, 
outros em que em pensamentos me atropelo. 
Há dias em estou sozinha
sinto que o mundo inteiro pode ser uma merda! 
E depois há o depois,
onde não saber para onde vou é uma aventura, 
onde alguém te mostra que para ser basta ter no caminho quem lá quer estar. 
Depois há os dias onde o sem sentido nenhum
 é a sorte grande de parar algures e poder contemplar...




Photo: CA at Ipamena, 2014

18
Abr16

à segunda, para guardar a semana toda #3

Carolina
- o melhor remédio para qualquer doença é o mimo. conforto é meio caminho para qualquer cura.

- ser capaz depende só de ti, ninguém vai fazer por ti o que tu queres fazer aconteça.

-  quando te esqueceres do telemóvel em casa, vive como se ele não existisse, não é tão difícil como parece.

- desistir nem sempre é uma fraqueza. reconhecer que não devemos continuar pode ser o nobre abrir  de portas para que outras coisas aconteçam.

- se puderes dar mais dá. porque receber por muito bom que seja nunca te vai completar tanto como dar.

- não esperes de quem não se demora em ti, vontade de te levar. leva contigo aqueles onde gostas de pernoitar.

- não deixes que ninguém conte a tua história melhor do que tua a vives-te. a tua história contada nunca será tão plena como vivida por ti.

- melhor que conhecer o mundo, é veres com os teus olhos o que ele têm de mais perfeito.

- a natureza é feita de silêncios cheios de sons que relaxam a alma. felizes os ouvem e passam por lugares assim mágicos.




#PassaPorlá
Photo: CA, at Halong Bay, Vietnam























14
Abr16

I entrelaçar I

Carolina



as barreiras que criamos a nós próprios surgem muitas vezes dos nós que damos às nossas coisas. 
misturamos as razões, os medos, os sentimentos, como se fossem linhas de um novel o diferente, e enrolamos tudo num ataque de nervos, de onde resulta na maior parte das vezes uma grande confusão. 
às vezes amarramos as pessoas com essas linhas, outras vezes as lembranças, os momentos e as raiva.  misturamos tudo com se precisássemos de cada coisa pequena e grande para sobreviver, para existir.
não existimos sozinhos, não existimos entrelaçados num emaranhado de linhas que se transforma numa teia onde cai indiscriminadamente tudo.
devíamos ser capazes de entrelaçar o bom reter o bem. os que gostamos e querem gostar de nós, os que se lembram de quem somos, os que nos querem por perto, os que queremos para conviver. devíamos entrelaçar a nós a energia que nos move no caminho, a força a insistência, o bem. deixar soltas todas as pontas para que se vão os que deixam de fazer sentido e apareçam os novos companheiras do destino.
entrelaçar não é fazer força, juntar a nós por viva necessidade este ou aquilo,  entrelaçar é acolher é o abraço, é a saudade, é saber que não estamos sós, nem nos dias em que o mais sombrio dos tempos sai da rua e invade a nossa casa.
entrelaçar é deixar livre tudo quanto tempo, espaço para perder e para ganhar.
entraçar não é dar nós e fazer laços que apertem tanto que para respirar tenhamos de os cortar...
entrelaçar é a magia de viver com muitos, ou quase nenhuns mas estar ligado.
é doer a sensação de ganhar mais linha, e explodir de alegria por ter mais rede...
entrelaçar é chorar por não ser capaz de ficar com alguém para a vida, e agradecer aos bons que passam por ela...
entrelaçar é um caminho grande, onde muitas vezes para chegar a lugares novos, se deixam outros lugares para trás, uns esperam, outros partem para outros caminhos, alguns que se cruzam com os nossos, outros que não...
12
Abr16

Podemos sempre voltar!

Carolina
Dois pijamas para levar, um robe de inverno, dois rolos de papel higiénico que se amontoam no chão junto ao sofá, arrepios de frio, e olhar pela janela.  Sol antes de uma chuvada... 
A minha cabeça viaja. 
A simplicidade dos dias ganha uma dimensão diferente quando a única coisa que se quer mesmo ter é tempo.  Queremos que ele pare , se demore, e nos deixe estar por ali, a conhecer, fotografar com olhos a diferença, a novidade, o mundo. Encontros com a descoberta, com o desapego de viver com tão pouco e tão pouco chegar para estar feliz.
Andar pelo mundo com uma mochila, o pior dos penteados, roupa amarrotada e muita curiosidade é o meu Ferrari amarelo, é o meu bilhete para uma liberdade que em muito poucas outras situações consigo sentir.
Liberdade onde podemos sempre voltar! 

Sem horas marcadas para encontros com o desconhecido, com culturas e história, sem make up para enfrentar estradas de pó e com muito menos dinheiro que num dia normal em Lisboa, vou passando pelo mundo, aumentando a minha caixa de memórias e o meu plano de riqueza a longo prazo. Uma riqueza simples, sem zeros e vírgulas, com histórias e experiências.

Hoje o sol estava lá fora antes da chuva, há dois meses estava em Bagan, hoje eu estive por aqui com a minha gripe, a passar por lugares onde já fui, onde vou poder sempre voltar, e que  só a falta de memória um dia me poderà levar...

#passaporla
#photo AD at Bagan 




11
Abr16

à segunda, para guardar a semana inteira! #2

Carolina
- sê como és a semana toda. não queiras ser importante antes de ser quem és. 

- não queiras a perfeição, se só para ti ela for perfeita. 

- quando há dúvidas, não há dúvidas. a resposta está mesmo aí.

- confia na tua intuição,  lembra-te que vem de dentro de ti. se ela não estiver certa, dá-lhe tempo para acertar, treina-a um pouco mais. todos podemos errar, até mesmo ela.

-  sê fiel ao que pensas, ao que queres, mesmo que isso signifique dizer que não. antes de o dizeres não penses no que os outros esperam no que parece bem ou mal. diz que não se for por ti, o mundo não acaba, e põe tudo no devido lugar. 

- se não consegues dizer, escreve. não guardes tudo como se o teu poço não tivesse fim. há coisas que soam melhor quando se juntam as palavras e o silêncio.

- não fiques onde ficam todos, se não for o lugar onde queres estar.

- há lugares onde só podemos chegar, se não tivermos medo de voar. 

- se queres mesmo ir, vai, quando estás contigo, nunca vais sozinho. 

- hidrata o teu corpo e alimenta a tua alma, muita água e boas energias, são meio caminho andado para uma boa semana.

- a felicidade é um músculo que se trabalha, quanto mais se usa mais forte fica, usa a tua!

- se a tua felicidade estiver no ir, Vai... 




Photo: C&A , at Miamar, 2015
#PassaPorLá

06
Abr16

música para os meus ouvidos #2

Carolina


terminar aquela apresentação, responder a mil emails, ver as horas a passar e a pressão a aumentar. 
Terminar o dia, começar de novo. 
A luz entra pela janela a apresentar a nova primavera... podíamos estar lá fora! 
Podíamos trabalhar numa sala sem luz, fechado algures onde não se visse o sol, o céu. 
Podíamos estar bem pior! Não se está nada mal. 

A sala é despretensiosa, uma ou outra coisa dizem que é aqui que eu trabalho quase todos os dias. 

Um quadro cheio dos meus papeis, livros, a minha agenda, uma máquina de café, muito chá, mil canetas, uma bandeja desarrumada, luz e muita música a tocar sempre...

a minha sala ouve quase todos os dias, (da minha lista Work) :


- James Vicent Mcmorrow - The Cinematic Orchestra - Bon Iver - Feist - Ben Howard- The National- Silva- Patrick Watson- Oh Wonder- The XX- Marisa Monte- Caetano Veloso


#PassaPorLá

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D