Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

25
Abr15

liberdade

Carolina
liberdade é como uma sorte grande, mas maior... 
é escolher tratar de nós, dos outros, do mundo, é escolher poder viver o que se escolhe!
liberdade é correr por caminhos novos, voltar e repetir os antigos, é um som de abril que emerge nos corações que quem o sente no vento que passa, na chuva que cai. 
a liberdade é simples, sabe a ventos do norte e a brisas de sul...
liberdade maior é ser como sou, respeitar-me por isso, aprender a amar-me... liberdade é um amor maior, é escolher o que se ama, e amar, amar muito, porque pode o amor verdadeiro, ser errado, estar enganado? a liberdade diz que não... 
liberdade é ter as ideias de esquerda na cabeça, e ter na direita os melhores amigos, liberdade é discutir com Deus como se de um demónio se tratasse, mesmo quando se acredita nele. liberdade é cantar à desgarrada casa fora e sentir que se canta bem, mesmo que os vidros comecem a quebrar. liberdade é ir ao lixo de pijama, ir estrada fora com molas no nariz, e a cara pintada de verde... ou outra coisa qualquer...
esta coisa da liberdade é uma coisa que não é de medos, e quando os há, usa-os para caminhar em frente. 
é uma coisa de gargalhas sonoras, ou sorrisos simples, de silêncios cúmplices e beijos longos e cheios de saliva. 
liberdade é dizer,  é fazer, é ser... ser pessoa, ser do mundo. pegar na mochila, ir pelo caminho e ter a sorte de escolher alguém para o caminhar, e ter a sorte de ser escolhido para o fazer... liberdade maior é este mundo que nos espera, nos encontra, pelo qual entramos todos os dias sem pedir licença... e que bom que é ser do mundo e respirá-lo, livre de amarras e censuras, ditaduras politicas, sociais, de griffe ou imagem... que bom que é sonhar livre... e poder dizê-lo...

todos os dias travo batalhas para ser livre, na minha cabeça, ao meu redor, fora e longe de mim... todos os dias dou graças e admiro todos os que em revoluções pequenas, grandes, politicas, pacificas, rebeldes e sofridas se libertaram, e ajudaram a libertar os outros... encontraram caminhos, construiriam laços...
não sei se é verdade, mas hoje tenho para mim que a liberdade é uma mulher, a quem não importa a existência do útero, a missão de procriar, a função de cuidar do lar, a forma como quer amar, a escolha de ter uma carreira, de ter os filhos numa creche até às nove, ou abdicar de tudo para estar com eles... tenho para mim que é uma mulher que podia ser um homem, a quem importa o ser!
tenho para mim que apesar das amarras e prisões deste mundo global, sou uma pessoa de sorte, uma pessoa de braços abertos para o mundo, para o amor que ama, sou uma pequena amostra de liberdade... 
obrigada ao Abril do meu país, obrigada pessoas deste Abril, pelo contributo!
20
Abr15

quero respirar com leveza...

Carolina
quero respirar com leveza...
encontrar o meu lugar no mundo, 
e no mundo dos que gosto...
quero caminhar perto de mim
e perto de tudo o que posso ser, 
quebrar os limites, estrangular barreiras,
ir além e acreditar...
amar a vida, amar demais,
quero amar, viver de amor, 
amar-me como sou, como serei, 
entender o que fui e guardá-lo com amor, 
quero gritar gargalhar e chorar 
com os pulmões abertos, 

quero andar, sem destino, 
para a frente, para lá, 
para lugar nenhum, 
quero aprender a ser eu, 
a ser eu de todas as formas, 
quero respeitar quem sou, 
saber que sou mais do lugar onde estou, 
e sou tanto, 
quero viver do amor, 
de nuvens repletas de chuva feliz, 
e sol de imensa luz, 
quero respirar com leveza, 
e encontrar pelo mundo cada lugar meu! 

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D