Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Passa Por Lá

Passa Por Lá

21
Nov09

singularidades de dias diferentes ...

Carolina
Nem sempre as muduanças, são simples passos diferentes que nos levm a singularidades de novos dias, situações e coisas. Os saltos para a frente, para os lados ou diagonias, são respostas a necessidades que temos e que tantos nos dificultam as situações e as escolhas, a gestão das nossas vontades. Nem todos são capazes do salto à vara, nem todos são capazes de saltar o degrau da escada lá de casa. Não se pode medir a força por ai, nem pelo pensamento de não ir, fazer, de desistir de duvidar da escolha que se tomou. O mundo diz bem alto que para melhor se muda sempre, e quem sabe o que vem lá? a especulação, o achar que é? o será ou não, o como será? de verdade que sinto que todos os comodismos se podem usar de medo para se acomodarem, porque legitamente de futuró só cereto está a convivencia plena de que a morta acompanha a nossa certeza de vida.
Os acontecimentos da nossa vida, acabam por nos fazer andar de forma torta, curvada, em carrocel, e nos levam às singularidades que de verdade ainda desconhecemos. Também chegam a nós depois de tumultuosos anseios as certezas mais nitidas que o tempo faz questão de acalmar. Coragem é chave se juntarmos objectivos e muita persistência e ouso dizer que se visualizaros de forma intensa o que realmente queremos ver acontecer, tudo se encamina de forma mais veloz para nos levar e nos fazer chegar lá.
Pode parecer utopico um pouco pragmático e racional, o que não me assuta, visto que na minha singularidade e na singularidade dos meus dias sou sem duvida uma emotiva em control para me equilibrar..(risos), mas muito é mesmo assim .
Os dias que passam monstram-me agora me novos pontos de stress, de energia, de ousadia, de esforço, de amor, de relações e de amizade, levaram-me a uma nova etapa, que singular em tudo me deixa as vezes mais fragil e logo depois muito mais forte e me mostra que como sempre terei d eir gerindo as emoções, os impulsos, e a cabeça, para não perder o que tanto quero ao meu lado e ganhar o que vejo aqui tão perto...juntar tudo na singularidade destes dias diferentes que passam por aqui!

Sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D